Quel

Archive for março 2009

Watchmen

leave a comment »

watchmen

Sou fã descarada das adaptações de HQs, mas confesso que quase não leio quadrinhos… Então, como fã desse gênero cinematográfico, estava ansiosa para ver Watchmen. Li críticas muito boas e outras muito ruins, e não pretendo repetir tudo o que os outros disseram, então vou comentar o que não tenho lido em outros blogs.

No filme há muitas cenas às quais eu não consegui assistir. Por mais que meu namorado apontasse e tentasse me fazer olhar, eu virava a cara toda vez que sentia que uma cena violenta estava se aproximando. Tem personagens que sofrem fraturas expostas e outros que têm partes de seu corpo comidas (por homens ou cães), um verdadeiro horror para quem não curte muito sangue. Ainda assim eu não acho que a violência tenha sido usada em vão. Tanto horror de fato ajuda a contar uma história de super-heróis sem infantilizar, como ocorreu com emo-aranha no seu último filme. As relações entre os heróis são coerentemente tão complexas que poderiam ser reais.

Minha única crítica fica para uma falha que talvez não seja apenas do filme (ainda não li os quadrinhos): os papéis femininos são fracos e estão ali apenas para servirem de fundo aos tão importantes homens desta história. Não querendo ser feminista, mas Laurie poderia ser uma personagem mais esperta e expressar uma opinião de vez em quando…

Curiosidade: Não posso deixar de comentar a famosa frase do filme:  “quem vigia os vigilantes?”… Trata-se de um conhecido provérbio de uso universal cujo primeiro registro se encontra nas Sátiras do poeta romano Juvenal, livro VI: sed quis custodiet ipsos custodes? (Mas quem guardará os próprios guardas?). Fantástico como um provérbio latino coube tão bem ao explicar o que se passa com os heróis do filme.

Anúncios

Written by Quel

março 29, 2009 at 6:29 pm

Publicado em Cinema

Sessão da Tarde 2.0

leave a comment »

Muitos livros infantis já renderam adaptações de sucesso nas mãos de bons produtores. E o melhor é que os filmes voltados para crianças, mesmo após saírem de cartaz, têm exibição garantida nas sessões vespertinas como a Sessão da Tarde, na Rede Globo e o Cinema em Casa, no SBT.

capa-1971-ok1Um clássico da minha infância foi A Fantástica Fábrica de Chocolate (Willy Wonka & The Chocolate Factory, 1971), que eu assisti dezenas de vezes. O filme foi baseado no livro infanto-juvenil Charlie and The Chocolate Factory, de Roald Dahl, e teve o roteiro adaptado pelo próprio autor. A história do esquisito Willy Wonka e seus Oompa Loompas em busca de um herdeiro para seu império de chocolate é contada com muito bom humor e através de recursos visuais que satisfaziam os olhos dos espectadores da época e não deixavam de conquistar as crianças da minha geração (final dos 80, início dos anos 90).

capa-2005-okOs personagens marcantes, a história bonitinha e o cenário inesquecível de uma fantástica fábrica de chocolate foram bons o bastante para fazer com que a Warner Bros. decidisse produzir um novo filme em 2005: Charlie and the Chocolate Factory, que no Brasil também foi chamado de A Fantástica Fábrica de Chocolate.
Sem a participação do próprio autor na elaboração do roteiro, parece que o filme ficou ainda mais próximo do universo do livro. Além das novas tecnologias disponíveis, o filme ainda contou com a direção do maravilhoso Tim Burton e com a atuação de atores já famosos como Freddie Highmores (Em Busca da Terra do Nunca) e Helena Bonham Carter, além do super astro Johnny Depp.
Claro que as comparações entre os dois filmes são inevitáveis, mas acho complicado querer julgar um em detrimento do outro quando foram produzidos em épocas tão diferentes da história do cinema. Selecionei algumas imagens dos filmes:

charlie-ok

oompa-loompa-ok

willy-wonka-ok

Recentemente estreou nos Estados Unidos o filme Race to Witch Mountain, ainda sem estréia prevista aqui no Brasil. O nome do filme imediatamente me lembrou de A Montanha Enfeitiçada (Escape to Witch Mountain, 1995), outro clássico que eu assistia durante as férias escolares.  O filme conta a história de dois irmãos gêmeos que foram separados ainda bebês e que, após se reencontrarem por acaso em um orfanato, descobrem que possuem poderes sobrenaturais quando estão juntos. Uma rápida busca me mostrou que ambos os filmes são adaptações da Disney a partir do livro Escape to Witch Mountain, de Alexander Key. Mas mesmo o filme de 1995 já era um remake de um filme de 1975 (também da Disney), que parece ter sido absurdamente famoso na época e chegou a ganhar uma continuação em 1978 (Return from Witch Mountain). Portanto, o livro ganhou este ano sua terceira versão cinematográfica, agora com a atriz AnnaSophia Robb (a mesma Violet de A Fantástica Fábrica de Chocolate) e o famoso, mas não tão expressivo, Dwayne Johnson (O Escorpião Rei).

Acho que vai valer a pena conferir, pois, no mínimo, renderá uma tarde de nostalgia.

witch-mountain-ok

Written by Quel

março 29, 2009 at 5:56 pm

Publicado em Cinema

Sessão Pipoca

with one comment

Mais do que justo dedicar um post do novo blog à Lu, que sempre dizia que eu deveria voltar a escrever.

Após anos longe dos cinemas brasileiros, em 2006, houve a estréia do filme “Cavaleiros do Zodíaco – Prólogo do Céu” em uma única sala de cinema de Campinas. Era evidente que eu e meu irmão Rik, em respeito a nossa infância, não iríamos perder por nada essa estréia; e mais: levamos a Lu, nossa irmã pseudo-adotada. Como era o primeiro dia de exibição, já estávamos imaginando a quantidade de nerds que estariam conosco na sala, embora soubéssemos que o filme já não era novidade para os fãs com acesso à internet banda larga.

Ao comprarmos os ingressos decidimos entrar na sala uns 15 minutos antes para garantirmos bons lugares. Fomos os primeiros a entrar na sala, escolhemos nossos lugares perfeitos e nos sentamos para aguardar a multidão que logo mais lotaria a sala, sufocando Tchaikovsky com animadas conversas sobre a série.  O tempo foi passando e a multidão… bem, a multidão nunca chegava. Até cogitamos ter entrado na sala errada.

De repente a música clássica cessa, a sala fica mais escura, a tela se ilumina e começam os comerciais pré-filme. Ansiosos olhávamos para as duas entradas na esperança de que mais alguém se juntasse a nós… mas foi em vão: apenas três espectadores para a tão famosa saga dos Cavaleiros do Zodíaco.

Apesar da decepção de não vermos otakus e cosplayers, foi bom podermos conversar a vontade durante o filme… Nunca eu havia falado tanto dentro de uma sala de cinema! Não apenas informamos a Lu sobre a história de cada uma das personagens que apareciam, como também fizemos mil comentários sobre o que se passava;  até brigamos um pouquinho quando eu tentei em vão defender a heterosexualidade do meu adorado Shun, enquanto a Lu e o Rik se esforçavam para deturpar a imagem do meu pobre herói. O clima estava tão descontraído que abandonamos nossos tão bem escolhidos lugares para nos sentarmos na escada, bem no meio da sala.

Na metade do filme, algo incrível aconteceu: mais alguém apareceu! E o rapaz veio se aproximando com os olhos fixos em nós e, quando percebemos que era um funcionário do cinema, nos preparamos para levar uma bronca… pela bagunça, pelas conversas, por estarmos sentados no chão, por qualquer coisa. Mas o moço apenas sorriu e perguntou: o ar condicionado está bom assim ou vocês querem que eu desligue? Atendimento VIP.

Fomos para casa com a certeza de que outra tarde assim no cinema seria muito difícil de ser conseguida.

Written by Quel

março 22, 2009 at 1:35 am

Publicado em Momentos

Google Movies

leave a comment »

google-moviesPara os que ainda não conhecem: o Google dispõe de uma excelente página de busca por filmes em cartaz em diversas cidades do Brasil.

Confiram: www.google.com/movies

A qualidade não fica só no típico visual “clean”, mas também pela excelente idéia de exibir em uma única página tudo o que você mais precisa saber antes de sair de casa para ver um filme. A ferramenta de busca não é novidade nos Estados Unidos, onde existe desde 2005, mas no Brasil ficou disponível apenas no ano passado e ainda não se popularizou. Difícil entender porque o Google, sempre tão atento em divulgar suas novidades, ainda não fez grande alarde sobre essa ferramenta que supera em muito qualquer outro site que contenha a programação dos cinemas da região de Campinas (e acredito que não seja muito diferente em outros lugares do Brasil).

Written by Quel

março 20, 2009 at 12:46 am

Publicado em Cinema