Quel

As aventuras de Pequena Quel

leave a comment »

Episódio de hoje: Super-Lady salva o dia

Nesta linda manhã de sábado, Quel decidiu acompanhar sua mãe ao mercado. Depois de alguns dias acamada, qualquer desculpa para sair de casa é mais que bem-vinda. E as duas ainda levaram o cachorrinho para passear. Lady Biscoito é uma simpatia de cachorro, gosta de chamar a atenção e de brincar com estranhos. Ela late, chora, rola no chão, faz o que for preciso para convencer as pessoas a pararem para lhe fazer um carinho ou ao menos um elogio (“que cachorro bonito!”, “de que raça ele é?”, “morde?”, “é filhote ainda, não?”, “é uma menina!”, “que gracinha!”). E por isso é sempre um prazer passear com essa miúda.

Hoje, enquanto Senhora Dona Mãe fazia as compras, pequena Quel e Biscoitinha ficaram aguardando do lado de fora. Muitas pessoas passaram por elas, algumas sequer olharam para o lado, mas várias pararam para brincar com a animada cachorrinha.

Pequena Quel, meio distraída, acompanhou com os olhos enquanto um carro ocupava uma das vagas perto da entrada. Eis que um conhecido adesivo lhe indica que em breve ela veria um antigo vizinho de Kitnet. E pequena Quel não estava muito contente com o possível reencontro, então deu as costas com a certeza de que ele jamais a reconheceria (tão longe de Barão, mais magra, mais loira, com óculos de sol e acompanhada de um cachorro). Mas Lady percebeu que algo não estava bem e começou a encarar o moço e a rosnar baixinho. Pequena Quel continuou de costas, tentando distrair sua cachorrinha:
“Não, menina, faz isso não… olha lá a mãe na fila do caixa… cadê a mãe, bebê? Cadê a mãe?”
Mas não adiantou, Lady continuou cismada com o moço. E, para não deixar dúvida alguma sobre sua identidade, ao se aproximar, o infeliz falou baixinho… “gostosa!”

Lady BiscoitoPronto! Pequena Quel nem teve tempo de reagir diante da grosseria… Lady Biscoito avançou no cara e começou a rosnar feito louca, mostrando os dentes e latindo de um jeito nunca visto antes. E foi difícil segurar a ferinha. O homem recuou e disse rindo com desdém: “eu estava só brincando, não precisava mandar o cachorro atacar”.
Ninguém precisou mandar o cachorro atacar. O cachorro nem conhece esse comando. O cachorro senta, deita, fica, vem, finge de morto, dá a patinha, mas não ataca, não por comando. E, assim, Lady Biscoito provou ser muito sensível ao que acontece à sua volta e mostrou que sabe decidir sozinha quando é hora de deixar de ser uma princesinha fofa para ser uma guerreira advogada dos bons costumes.

Chegando em casa, essa pequena heroína ganhou muitos mimos. Que orgulho!
Parece que pequena Quel agora tem uma excelente companheira para lhe ajudar nas batalhas da vida! Tem como não amar esse cachorro???

Written by Quel

dezembro 6, 2014 às 2:30 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: